Os Mistérios do momento.

Chegamos então ao segundo semestre deste ano. Ufa! Que sufoco até aqui não é mesmo? Quantos medos tivemos que enfrentar para poder chegar..

Por Denise Ferreira - 03/07/2020 - 19:20 hs
Os Mistérios do momento.
Divulgação

 

. Faça um balanço de sua vida até aqui.. Quanta coisa mudou? Sabemos que nada será como antes, pois existem muitas rupturas em meio a todos os acontecimentos.. Este novo semestre traz esperança de dias melhores e sinaliza que a boa nova está próxima. Você certamente já se pegou pensando sobre os acontecimentos deste ano, o porque de tantas coisas ao mesmo tempo. Em meio a pandemia, eis que surge o medo de devastação por gafanhotos, a oitava praga bíblica. E quando todos os olhares e atenções estavam nas plantações que poderiam ser devastadas, o inesperado aconteceu.. Um ciclone bomba, passou como um raio sobre todos nós do sul do Brasil. Expôs as dores de muitas famílias e inundou o inicio do mês de lagrimas, medos e sofrimentos. Acho que já está bom assim não é mesmo? Será que existe algum mistério neste ano que desconhecemos ? Eu não tenho uma bola de cristal, mas gosto muito de analisar tudo e juntar as peças como um quebra cabeças, e aqui compartilho a minha compreensão dos fatos: Muitos falam em punição divinas, outros tentam achar um culpado para dar nome e direcionar o peso. Que a terra passaria por uma regeneração, penso que varias pessoas já sabiam, só não sabíamos que para que isso ocorresse teríamos um abalo forte em toda a estrutura do planeta. E que abalo diga-se de passagem. Já vínhamos numa crescente de maldade, guerras, desavenças.. tudo isso também contribuiu para que eu lembrasse de quatro importantes virtudes em nossa caminhada que os tempos atuais destruíram, pois cada um preocupado com o seu cada qual.. sem tempo para o próximo. As virtudes são: Verdade, a Beleza, a Bondade e a Unidade. Quando abordamos sobre a verdade, sabemos que é muito difícil nos dias atuais encontrarmos pessoas sinceras, pois o ser humano se supera a cada dia.. Já a beleza é a virtude mais perceptível a olho nu, pois enxergamos as belezas de nossas praças, cidades.. mas também enxergamos pichações e depredações de muitas coisas, que nos faz desacreditar uns dos outros. A virtude da bondade é de longe uma das mais tristes perdas dos nossos tempos. Pessoas passam mal nas ruas, morrem e a vida diária corrida faz com que ninguém se preocupe, para não se envolver com o próximo, ninguém tem bondade de parar para ajudar. Consequentemente após perder a bondade, temos perdido a unidade. Não é difícil encontrar pessoas que morem em prédios e não sabem o nome de seus vizinhos de corredor. A alma das pessoas está a cada dia mais se distanciando da mente e do corpo, tem sido esquecida sofrendo sentimento de abandono, fazendo com que a pessoa se sinta cada vez mais sozinha, com isso surge a acomodação, fazendo com que aceite as condições de vida da humanidade, sem se preocupar em reivindicar

 

mudanças. E com o isolamento a humanidade começou a se dar conta o quanto precisamos uns dos outros. Já não se ouvem mais os sons que ouvíamos antes, tudo mudou, até a natureza resolveu inundar tudo, para mostrar a nos humanos que também somos feitos 70% de agua e assim compreender que a água simbolizam nossas emoções. Que todo os mistérios que rondam, este ano possam ser desvendado com a luz na mente de todos aqueles que buscam a cura para a enfermidade presente neste momento. Que o novo mês possa ser como bálsamo no coração de todas as pessoas, pois logo ali, o sol desponta radiante novamente.

 

As emoções são as nossas motivações.

 

Denise