Quarenta dias

Caros leitores, há exatamente um ano atrás eu estava bem aqui abordando um tema que falava de um certo inimigo oculto que chegou sem avisar e se instalou na vida de toda a humanidade, controlando os passos e a caminhada de todos aqui na terra.

Por Denise Ferreira - 25/02/2021 - 17:22 hs
Quarenta dias
divulgação

 Passaram-se doze meses e a vivencia foi tão intensa, que em alguns lares as marcas ficarão para todo o sempre. Perceberam que novamente o quadro se agrava no período de quaresma? Período de reclusão, de voltar-se para dentro.. O tempo em que as pessoas se recolhem em orações, pois para o cristianismo este é o período que marca os quarenta dias em que cristo levou para atravessar o deserto e todo o sofrimento que passou.. para que pudesse renascer para um mundo novo. Será que não está faltando cada pessoa voltar-se para o seu deserto interior, remexer as areias e atravessa-lo com fé e coragem, para que todos, cada um a seu tempo, possa renascer e assim despertar para uma nova vida? O mundo é como se fosse uma roda, onde a humanidade representam as engrenagens que compõem essa roda, contribuindo para seu movimento de forma harmônico. Cada engrenagem recebe a quantidade de graxa necessária para executar sua função, mas todas as engrenagens juntas é que fazem a roda se movimentar e trazer os dias, os meses, o amanhecer o anoitecer, trazendo com isso o entendimento para caminhada de cada ser aqui na terra. Mas e se por acaso essa roda girar com dificuldades ? Com essa analogia, trago para nossos dias e tudo o que vivenciamos até aqui com esse vírus que age como um ácido na vida de muitas famílias. Existem engrenagens que encontram-se com dificuldade para executar seu movimento, é fato. Somos todos filhos de um mesmo pai que tudo pode e tudo vê, não seria mais fácil se todos nós, as engrenagens pudéssemos nos unir para que a roda não diminuísse sua rotação? Se cada um forçar para um lado, a roda sofrerá abalos, desgastes e poderá parar, dando assim espaço para que a ferrugem comece a se instalar dificultando o movimento suave e continuo. Novamente estamos passando pelo vale da penumbra para que acordemos e nos solidifiquemos como seres de luz que somos. Quando será que humanidade se dará conta de que a caminhada é de todos e não somente de alguns? Não podes ajudar, não atrapalhe seu próximo. Não consegues fazer sacrifícios em prol do teu próximo? Certamente precisará de seu próximo e ele te estenderá a mão.. Pense nisso!! Você também é uma das engrenagens que compõem a roda. Gostaria muito de poder unir forças contigo e com todos que neste momento necessitam de força e luz para restaurar a sua engrenagem. Posso te dizer uma coisa? VAI PASSAR!! Sei que para muitas pessoas é difícil o fato de estar só, de ficar em casa em uma noite de verão, de ficar na janela de casa olhando o dia de sol, de não comemorar com amigos ou familiares.. Mas são exatamente esses momentos que representam os maiores confrontos de nossa alma perante a caminhada ao qual estamos. Nosso aprendizado também está nos encontros e comemorações, nos dias de sol, de chuva.. Pense que se fores fraco, poderá ser teu ultimo encontro, teu último verão com teus amigos e familiares.. Estas cansado, de saco cheio? Os hospitais também estão cheios de profissionais da saúde que a meses não veem seus pais e familiares, pois fizeram um juramento de cuidar do próximo fazendo o impossível para sua recuperação. O mar não irá mudar de lugar, as montanhas também não. Pense nisso! Que possas passar pelo seu deserto com fé, coragem e muito amor no coração, pois somente o amor que reside em você te mostrará que o sacrifício terá valido a pena.

 

Paz e Bem

 

- SE PODER, FIQUE EM CASA;

 

- SE TIVER QUE SAIR USE ALCOOL GEL, MÁSCARA E QUE SÃO MIGUEL O ACOMPANHE!

 

Denise