Procurando o Bem

Caros leitores, desde o inicio da pandemia em março de 2020, passamos a ficar mais tempo em nossas casas, trabalhando e adaptando novas formas para seguir em frente

Por Denise Ferreira - 18/03/2021 - 20:28 hs
Procurando o Bem
Divulgação

 Conversando com as pessoas, percebi que algumas gostaram bastante de estar em casa, mas também ouvi várias que reclamam e dizem não ter gostado de permanecer mais tempo em casa. Nossa vida sempre foi tão corrida, e de uma hora pra outra ter que puxar o freio de mão, fez com que levássemos um tempo para o eixo e dar inicio a um novo ritmo em nossas vidas. Por isso na matéria desta semana eu abordo um tema bastante conhecido, o Feng Shui, que irá complementar nosso modo de ver a vida.

É muito fácil sermos críticos em ralação a nossa casa. Frequentemente olhamos para ela e enxergamos, acima de tudo, o que está errado. O banheiro que precisa de reforma, a sala de estar pequena, a cozinha escura... e por aí vai. Por conta dessa tendência, descobri que muito fácil avaliar as casas a partir da perspectiva de Madre Teresa.

Quando penso nela entrando em uma casa, imagino que ela faria com muito amor no coração, independentemente da bagunça existentes ou de quantas coisas precisam de reparos ou atenção. Estou certa de que ela encontraria o bem nas pessoas que morassem na casa e seria capaz de fazer recomendações de solidariedade e estímulos. Se você ai que está lendo esta matéria, tem tendência de ser muito dura consigo mesma, use a imagem da Madre Teresa, poderá ajudar muito a aproximá-la de sua casa de um jeito amoroso e destituído de criticas.

A maneira mais poderosa de nos relacionarmos com os outros seres humanos é procurar o melhor. Ao fazermos isso, eles geralmente satisfazem nossa expectativas, agindo da melhor forma possível. Os lares não são diferentes. Quando você começar a olhar para sua casa procurando enxergar o que existe realmente de especial nela, você será capaz de fazer as mudanças necessárias com uma disposição completamente diferente daquela que você teria se começasse em busca de defeitos.. seja um sofá em um lugar que lhe incomoda, até um quadro na parede que você acha que não combina.

Cada casa, assim como cada pessoa, possui qualidades especiais. Quanto mais você enfatizar os aspectos positivos do seu lar, mais positivo ele se tornará. Observe como a janela da cozinha recebe a luz de um jeito especial, observe o corredor de sua casa, o que ilumina-o. Quando você presta atenção ao que há de melhor na sua casa, você começa a perceber que essas mesmas qualidades se manifestam na sua vida. Uma das armadilhas do Feng Shui é ficarmos focados no que está errado, torto, feio, negativo..

Quando reconhecemos o bem em algumas coisas, ele floresce. Este fato é especialmente verdadeiro a respeito da nossa casa. Não há como separar a casa das pessoas que nela vivem. O bem que vemos em um se refletirá no outro. A melhora em uma casa cria um modelo para o desenvolvimento da pessoa, e vice versa. Quando você encontra o bem na sua casa, você está criando as condições corretas para que as pessoas que vivem nela descubram o bem em si mesmas.

Com esta matéria, extraída do Livro “Feng Shui para Alma” ( Denise Linn) trago uma reflexão sobre nossos lares e como eles podem mudar nossa forma de olhar para o amanhã. A casa da gente é a gente que faz, com memórias e particularidades de cada uma .

Namaste!!

Denise Ferreira