Ser Mãe...

Caros leitores, chegamos ao mês cinco, de mudanças, das mães, de Maria e de lembranças..

Por Denise Ferreira - 07/05/2021 - 20:57 hs
Ser Mãe...
Divulgação



Falar das mães é sentir o coração bater forte, em alguns momentos com nostalgia, mas sempre com motivos para celebrar o dom da multiplicação da vida...

 

É bom ter mãe quando se é criança, e também é bom quando se é adulto. Quando se é adolescente a gente pensa que viveria melhor sem ela, apenas um erro de avaliação, nesta etapa de descobertas. Mãe é bom em qualquer idade. Sem ela, ficamos órfãos de tudo, já que o mundo lá fora se mostra muito diferente de seu amor incondicional.

 

Aos olhos do criador as mães foram feitas para que fossem a extensão de seu amor na terra.. Foram extraídas de uma raíz forte, com estrutura interior semelhante ao aço.. Que tudo suporta e que acima de qualquer coisa, trazem na linguagem o som do amor fraternal .

 

O criador concedeu a todas o dom da maternidade.. Não há diferença em ser mãe geradora ou mãe de coração.. Mãe é mãe em qualquer lugar do universo.. O dom do ser mãe fala alto quando o coração sente que chegou a sua vez de trilhar o caminho na maternidade.

 

Quando nos deparamos com pessoas que agem na direção oposta a sua missão terrena, (caso Henry) usando a maternidade como fuga para expurgo de emoções e ações ocultas, logo vem a tristeza, a ira e o julgamento, .. Pois mãe é pra proteger, mãe é como chocolate que acalma, como mel que esquenta.. Mãe não é omissão, mãe é ação!

 

O universo é feito de provas e expiações e para conseguirmos trilhar o caminho ao qual foi proposto, precisamos antes de mais nada ter discernimento, agir com cuidado e acima de qualquer coisa priorizar a missão ao qual nos foi dada. Somos testadas diariamente.

 

A sociedade não se importa se há dificuldades para uma mãe suprir a fome, frio de sua família, se passa a noite acordada com a enfermidade de um filho ou a espera de sua chegada. Cada uma sabe as emoções que carrega consigo, com o dom da maternidade..

 

Todas as mães tem um canal direto com o criador, para cada dia sombrio, a recompensa vem com dois de sol.. Sabemos que com essa pandemia, muitas mães voltaram para junto do criador, deixando uma lacuna no seio de muitas famílias. Mas certamente sua essência e ensinamentos permanece viva no coração de cada familiar aqui na terra.

 

Todas as mães desejam que seus filhos estejam bem, com boa aparência, corados . Se preocupam com o banho quente em dias frios, com as dores de dentes, de barriga, de ouvidos, e principalmente com a limpeza interna, afastando vícios e cuidando de sua essência, sua fé... Quem nunca ouviu que oração de mãe é forte? Então, quando mãe dobra os joelhos é pra ver os filhos em pé, com saúde e acima de tudo felizes..

 

Mãe sabe quando um filho está triste, quando está mentindo, ansioso... É que a sociedade exige filhos, com padrões de beleza fora do contexto atual, lindos, altos, magros e vitoriosos para enfeitar o próprio mundo como se fossem objetos de decoração do planeta. O mundo não tira nossa febre, não penteia nosso cabelo, não oferece um pedaço de bolo feito em casa nem um abraço que acalma...só a mãe tem

 

esses cuidados, de aliviar as piores dores e mostrar que todos os filhos são capazes de chegar onde desejarem..

 

Mãe é um ser de outro mundo mesmo! É emocionalmente incorreta: exclusivista, parcial, metida, brigona, insistente, dramática. Sofre no lugar do filho, se preocupa com detalhes e tenta adivinhar todas as vontades, enquanto o mundo exige eficiência máxima, seleciona os mais bem dotados e cobra caro pelo seu tempo. Mãe é de graça. Mãe é de chocolate, as vezes com recheio de pimenta, mas é a luz do criador na existência de todos nós seres habitantes deste tempo..

 

Uma homenagem a todas as mães .

 

Feliz dia das Mães!

 

Denise