O piquenique

Caros leitores, estive um tempo ausente, trabalhando a aceitação das peças que a vida prega.

Por Denise Ferreira - 15/09/2021 - 12:23 hs
O piquenique
DIVULGAÇÃO

 Afinal somos todos humanos e quando concordamos em viver neste mundo de provas e expiações, algumas vezes somos surpreendidos por aprendizados repentinos, que não permite preparação.. Mesmo que passemos a vida toda em volta de manuscritos, de como viver esta ou aquela situação, na prática ou na hora de viver tal situação é que perceberemos que não existe manual, a vida é única em seus aprendizados.. Esquecemos que somos feitos dos corpo físico, mental, emocional e espiritual.. Somos corpos em evolução, que sentimos os efeitos de cada situação vivenciada. Penso que a vida pode ser comparada a um piquenique em uma tarde de domingo, ela não dura muito tempo. Só olhar o sol, sentir o perfume das flores ou respirar o ar puro já é uma alegria. Contemplar o momento, o sol, os doces e salgados faz os olhos brilharem.. E Você aproveita o piquenique ou fica preso em detalhes que não fazem a menor diferença? Muito pelo contrário despertam emoções contrária a um belo por do sol, a uma tarde alegre.. Pense como está seu piquenique.. Se tudo o que estiver fazendo é ficar discutindo onde pôr a toalha, quem vai sentar em que canto, quem vai ficar com o peito ou a coxa do frango…, que desperdício! O pôr do sol não espera, nem as horas, nem as estações do ano. Mais cedo ou mais tarde o tempo fecha, a tarde cai e o piquenique acaba. E tudo o que se fez foi ficar discutindo e implicando uns com os outros. Pense em tudo que poderia ter desfrutado e acabou perdendo. todos os dias temos chances de estender uma toalha e senta-se para contemplar o belo, as flores a alegria.. e porque não fazemos? As respostas encontramos dentro de nós mesmos.. Compreender que a vida é como um vento que hora sopra forte, hora é igual a brisa do mar, mas há momentos onde tudo para.. É exatamente neste momento de parada onde o corpo rompe o cordão de prata e segue sua viagem de retorno para casa.. Ninguém se prepara para este momento de parada do vento, nem as flores, nem as folhas das árvores , nem o mar.. Pois nos acostumamos com a corrida diária imposta pelo homem, e esquecemos de prestar atenção no vento. Que tenhamos mais tempo para contemplar o pôr do sol, pra dar Bom dia, desejar uma boa noite ou simplesmente dizer Eu te amo.. Não esqueça de seu piquenique, não perca tempo com raiva, mágoa, não deixe seu ego te dominar, pois quando o vento para zera tudo por um instante.. O universo interage conosco a todo instante, passemos a perceber uns aos outros e compreender que em determinados momentos, a sua caminhada depende dos ventos que sopram em nos caminhos de seu próximo. Contemplemos mais a grama verde e o céu azul..

Paz e Bem

Caros leitores, estive um tempo ausente, trabalhando a aceitação das peças que a vida prega.. Afinal somos todos humanos e quando concordamos em viver neste mundo de provas e expiações, algumas vezes somos surpreendidos por aprendizados repentinos, que não permite preparação.. Mesmo que passemos a vida toda em volta de manuscritos, de como viver esta ou aquela situação, na prática ou na hora de viver tal situação é que perceberemos que não existe manual, a vida é única em seus aprendizados.. Esquecemos que somos feitos dos corpo físico, mental, emocional e espiritual.. Somos corpos em evolução, que sentimos os efeitos de cada situação vivenciada. Penso que a vida pode ser comparada a um piquenique em uma tarde de domingo, ela não dura muito tempo. Só olhar o sol, sentir o perfume das flores ou respirar o ar puro já é uma alegria. Contemplar o momento, o sol, os doces e salgados faz os olhos brilharem.. E Você aproveita o piquenique ou fica preso em detalhes que não fazem a menor diferença? Muito pelo contrário despertam emoções contrária a um belo por do sol, a uma tarde alegre.. Pense como está seu piquenique.. Se tudo o que estiver fazendo é ficar discutindo onde pôr a toalha, quem vai sentar em que canto, quem vai ficar com o peito ou a coxa do frango…, que desperdício! O pôr do sol não espera, nem as horas, nem as estações do ano. Mais cedo ou mais tarde o tempo fecha, a tarde cai e o piquenique acaba. E tudo o que se fez foi ficar discutindo e implicando uns com os outros. Pense em tudo que poderia ter desfrutado e acabou perdendo. todos os dias temos chances de estender uma toalha e senta-se para contemplar o belo, as flores a alegria.. e porque não fazemos? As respostas encontramos dentro de nós mesmos.. Compreender que a vida é como um vento que hora sopra forte, hora é igual a brisa do mar, mas há momentos onde tudo para.. É exatamente neste momento de parada onde o corpo rompe o cordão de prata e segue sua viagem de retorno para casa.. Ninguém se prepara para este momento de parada do vento, nem as flores, nem as folhas das árvores , nem o mar.. Pois nos acostumamos com a corrida diária imposta pelo homem, e esquecemos de prestar atenção no vento. Que tenhamos mais tempo para contemplar o pôr do sol, pra dar Bom dia, desejar uma boa noite ou simplesmente dizer Eu te amo.. Não esqueça de seu piquenique, não perca tempo com raiva, mágoa, não deixe seu ego te dominar, pois quando o vento para zera tudo por um instante.. O universo interage conosco a todo instante, passemos a perceber uns aos outros e compreender que em determinados momentos, a sua caminhada depende dos ventos que sopram em nos caminhos de seu próximo. Contemplemos mais a grama verde e o céu azul..

Paz e Bem