Encurtamento muscular: o lado ruim do home office

Dores e redução da amplitude de movimento são os principais sinais de que seus músculos estão encurtados

Por F.LUCE 21/10/2021 - 16:35 hs
Foto: dol.com.br
Encurtamento muscular: o lado ruim do home office
DIVULGAÇÃO

 

  Como tudo na vida, o home office tem seus prós e seus contras. Pode até ser bom não precisar ficar horas no trânsito para chegar ao escritório. Mas, todo esse conforto significa menos movimento para seu corpo! E o corpo não foi feito para ficar parado!

 

Mesmo com a vacinação e a retomada de várias atividades como eventos, viagens e escolas, por exemplo, inúmeras empresas adotaram o trabalho remoto de forma permanente. Entretanto, trabalhar de casa pode não ser muito saudável para a saúde musculoesquelética.

 

Os prejuízos estão ligados a 3 fatores principais: à postura adotada no computador, ao mobiliário usado para trabalhar e ao agravamento do sedentarismo.

 

Menos passos por dia

 

Segundo a fisioterapeuta Walkíria Brunetti, especialista em RPG e Pilates, a pandemia piorou o sedentarismo.

 

“Trabalhar fora exige que a pessoa se movimente um pouco mais, seja para ir e voltar da empresa, para ir almoçar e até mesmo para se deslocar dentro do escritório. Já em casa, esses movimentos são praticamente inexistentes. Mas, a falta de movimento pode, literalmente, enferrujar o sistema musculoesquelético”.

 

Músculos encurtados

 

Ficar muito tempo na mesma posição, principalmente trabalhando em um computador, pode levar ao encurtamento muscular.

 

“Isso significa que o corpo passa a ignorar a parte que não é usada. Ele se adapta na posição que demanda menos esforço, ou seja, a posição que não exige amplitude de movimento. A partir desse processo, surgem os problemas posturais e isso torna-se um ciclo vicioso”, diz Walkíria.

 

Alguns exemplos práticos do encurtamento muscular são a dificuldade para abaixar, para calçar sapatos, para pegar objetos no alto de um móvel. “Todos esses movimentos são prejudicados quando há encurtamento muscular e podemos, facilmente, identificar essas dificuldades no nosso dia a dia”, diz.

 

 Tudo dói

 

Dores no ombro e no pescoço podem ser resultado do encurtamento dos músculos trapézio e eretores da coluna. “As pessoas têm costume de elevar os ombros e colocar a cabeça para frente, mesmo sem perceber, quando estão em frente ao computador”, comenta a fisioterapeuta. 

 

Outra região afetada é o quadril. “Quando estamos sentados, os músculos ao redor dos quadris se encurtam. Entretanto, esses músculos desempenham um papel essencial na estabilização da coluna. Com o tempo, a pessoa pode desenvolver uma lordose e dores na região lombar”, alerta.

 

A região pélvica também pode sofrer um encurtamento, uma vez que ao nos sentarmos ela é estimulada a se inclinar para trás. A pressão fica toda nos músculos da região lombar para tentar manter a estabilidade da coluna.

 

Já para a RPG!

 

A fisioterapia é um recurso importante para recuperar os músculos encurtados. A Reeducação Postural Global (RPG), nesses casos, é muito indicada. O foco do método é o alongamento global do paciente, por meio do reequilíbrio e da manutenção da postura.

 

“A RPG pode ser realizada semanalmente. O tratamento pode durar em torno de 10 a 15 sessões. Quando o paciente termina a RPG, pode ser uma ótima ideia iniciar o Pilates, outro método seguro em tempos de pandemia, e muito eficaz para problemas como o encurtamento muscular”, reforça Walkíria.

 

Dicas para manter seus músculos saudáveis

 

Movimente-se! Saia para caminhar, levante-se para beber água na cozinha, vá a pé ao comércio, como padaria, banco etc. Todo movimento conta

Pratique alguma atividade física regular, de 5 a 7 vezes por semana, como uma caminhada, aulas de natação, Pilates

Alongue-se! Pela manhã, ao acordar, faça alongamentos e os repita ao longo dia sempre que possível

Invista em um mobiliário adequado para o home office. Evite trabalhar no sofá, na cama ou em qualquer lugar que não seja uma estação de trabalho devidamente adaptada

O computador deve ficar na altura dos olhos para evitar a inclinação do pescoço para baixo e do corpo para frente

Posicione o teclado de forma que os ombros não fiquem muito elevados ou muito abaixados, pois isso pode causar curvatura da coluna vertebral