Seja bem vindo
Torres,19/07/2024

  • A +
  • A -

Paulo a Filemon, sobre o uso das riquezas

A Epístola a Filemon é a carta mais curta do Novo Testamento, é um bilhete que mal mereceria um artigo, mas seu conteúdo é riquíssimo.

 Primeiro, Pauloescreveu de próprio punho. Sabe-se que Filemon possuía um escravo chamadoOnésimo. Filemon era cristão, Onésimo não. O escravo fugiu, buscando abrigojunto a Paulo, que naquele momento estava na cadeia. Paulo converte Onésimo edecide devolvê-lo a Filemon, escrevendo-lhe para que o acolha como irmão.

Tudoindica que Filemon tenha sido convertido à fé por iniciativa de Paulo: “É claroque não preciso fazer você se lembrar de que também você me deve a sua própriavida” (Fm 19). Filemon morava em Colossas, conforme a carta aos Colossenses,que nos mostra que Tíquico seja o portador da carta à comunidade de Colossas.Junto com ele vai Onésimo: “O querido irmão Tíquico, ministro fiel ecompanheiro no Senhor... Com ele vai Onésimo, nosso querido e fiel irmão, e quepertence ao grupo de vocês” (Cl 4,7-9).

Nãose fala de Filemon na carta aos Colossenses. Estudos recentes afirmam que emColossas havia pelo menos dois núcleos cristãos: aquele que recebeu a carta aosColossenses e um subgrupo que se reunia na casa de Filemon (conforme Fm 2).

Ofato de possuir um escravo doméstico (e talvez mais) também situa Filemon numnível social elevado, econômico e político. Além disso, no bilhete queescreveu, Paulo o chama de koinonós (palavra grega que se traduz por “irmão nafé”, mas significa sócio comercial).

Adevolução de Onésimo trará consequências, Paulo pede que Filemon o acolha comoirmão, ou seja, que rompa de vez com o sistema escravagista em nome doEvangelho.

Pauloacrescenta um pedido a Deus: “Peço a Deus que a participação (koinonia) quevocê tem na fé seja eficaz para compreender que todos os bens que temos sãopara Cristo” (6). Koinonia, no mundo greco- romano, era a associação de pessoaslivres. Na casa de Filemon pratica-se a koinonia, que pode ser traduzido tambémpor partilha. Paulo pede que essa koinonia praticada seja eficaz.

Aoescrever de próprio punho esta carta (19), diferentemente das outras cartas,normalmente ditadas, é um sinal de que Paulo se encontra em situação precária.De fato, Paulo recorda a Filemon sua condição de prisioneiro (9 e 13) e nãoreceia dizer que está velho (9), teria entre 50 e 55 anos.

Acarta a Filemon serve muito bem para fazer-se um aprofundamento das novasrelações geradas pelo anúncio do Evangelho. A vida das pessoas e suas relaçõestransformam-se radicalmente a partir do anúncio fundamental da morte eressurreição de Jesus. Um novo eixo em que as pessoas adquirem novo sentido enovo rumo para suas vidas.

ASalvação é gratuita, mas alguém que tenha o coração tocado por Jesus (peladoutrina cristã) não consegue mais viver da mesma forma, não consegue ver umirmão ou futuro irmão em condição degradante, humilhante, em situação demiséria e fome. Acreditar em Jesus é querer uma revolução social, pelas armasdo Evangelho e do Terço, tendo como munição palavras de paz e de amor. Umcristianismo eficaz!

MarioEugenio Saturno (fb.com/Mario.Eugenio.Saturno) é Tecnologista Sênior doInstituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e congregado mariano

 





COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login